Espaço de reflexão sobre a vida e tudo o que dá vida, evidenciando fecundidade plena. Lugar aberto a propostas como desejos de decisões para um Mundo sempre mais Humano!
Sábado, 23 de Setembro de 2006
Jogos Florais / QUADRA - Feira de São Mateus 2006

Um grande evento comercial, industrial, económico, artístico  e cultural anima durante mais de  um mês a Cidade de Viriato, a Cidade-museu, a Cidade-jardim, Viseu, capital da Beira Alta!

 

Integrado nesse acontecimento ocorre sempre um repto aberto a todos de participação em concursos sobre as mais variadas vertentes da arte.

 

Também a poesia é contemplada!

Este ano, os “jogos florais” da Feira de S. Mateus, na modalidade de poesia para uma quadra alusiva à Feira de São Mateus, propunha um mote.

 

Foi, em resposta a esse repto que surgiram as seguintes quadras:

 

Mote:

“Aos anos que já nasceu”

 

I

Vai tentando adivinhar

Que certame há em Viseu.

Pr’a vender e pr’a comprar…

Aos anos que já nasceu!

 

 

II

Sempre acolhe, pelo Verão,

Na cidade de Viseu,

O turista, o artesão…

Aos anos que já nasceu!

 

 

A Feira de São Mateus

Sempre acolhe, em Viseu

Emigrantes, filhos seus

Aos anos que já nasceu!

 

III

Aos anos que já nasceu,

Nunca perdeu seu encanto!

Ilumina mais Viseu,

Com cultura e muito canto!

 

 

IV

A Feira de São Mateus,

Aos anos que já nasceu.

Concretiza sonhos teus

Dá mais encanto a Viseu!

 

V

Local d’ encontro de gentes

Aos anos que já nasceu

Um certame de cultura

Anima a cidade-museu!

 

 

VI

Nesta capital da Beira

Aos anos que já nasceu

São Mateus e sua Feira

Dão mais brilho a Viseu!

 

                                                                                                         JD/Set2006

 

 



publicado por jodi às 16:01
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

Segunda-feira, 4 de Setembro de 2006
Uma Festa de Vida!

 

BODAS DE PRATA

1981 - 2006

"A um casal muito amigo" 

 

Olhares e sentires cruzados,

Em tempos que já lá vão,

Agora aqui recordados,

Ritmaram o coração.

 

A paixão gerou também

Um sentimento maior

E Deus-Pai, como ninguém,

A transformou em Amor!

 

E no altar, num momento,

Outro passo começou!

Uma bênção – sacramento!

Um Olhar vos alcançou!

 

Vinte e cinco anos passaram

Que unistes vossas vidas.

Acto livre, as aceitaram,

Mutuamente prometidas.

 

Foi esse modo de estar,

De viver e de sentir

Que vos leva a desculpar

E a vida prosseguir.

 

Assumir sempre a justiça,

Rejubilando na verdade,

O vosso amor não desiste

E rejeita a falsidade!

 

Suportando a dor da vida,

Em união permanente,

Com postura destemida,

Pois quem ama é paciente.

 

Esse amor sem condição,

Concretizado nos filhos,

Vos tem dado a união!

Disso estamos convencidos!

 

Agora aqui reunidos,

Festejais, em animação,

Com familiares e amigos,

Após bênção e oração.

 

Grande é a honra sentida,

Também p´ra nossa “petiz”,

Estar junto aos padrinhos,

Nesta data tão feliz.

 

E por fim, aqui pedimos

Ao Dono Supremo da Vida

Que com paternal amor,

Vos continue a dar guarida!

 

JD / Set. 2006

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



publicado por jodi às 11:30
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

Mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
18
19

20
21
22
23
24
26

27
28
29
30
31


Posts recentes

Natal Feliz para todos!

Votos de Santo e Feliz Na...

Bênção das Pastas 2008

Salvé 20 de Abril

Aconteceu há 50 anos

Dia Mundial da Poesia

Tempo de perdão!

"Dia de S. Valentim"

Salvé 2008!

Mais uma mensagem

Arquivos

Dezembro 2009

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Favoritos

UMA AMIZADE

Poema à vida!

Dia da Mulher

Veja também...
Observadores:
Favoritos

UMA AMIZADE

Poema à vida!

Dia da Mulher

Visitante número...
blogs SAPO
subscrever feeds