Espaço de reflexão sobre a vida e tudo o que dá vida, evidenciando fecundidade plena. Lugar aberto a propostas como desejos de decisões para um Mundo sempre mais Humano!
Sexta-feira, 14 de Julho de 2006
Há momentos da vida...

Mas por quê?...

 

 

Há momentos da vida, vivida

Que não têm explicação!

Estará a razão convencida

Do que vem do coração?

 

Quando alguém gasta seu tempo

Em gestos de dádiva plena,

Toca-nos fundo o momento!

Sinal de relação amena!

 

Fica-nos a esperança contida

Que evoluir é viver!

Mesmo quando imerecida,

Uma amizade é prazer!

 

Um obrigado sincero

Está em nós, bem latente;

E a amizade, assim espero,

A crescer continuamente!

 

                                                                   JD/ 17Dez2005

 



publicado por jodi às 21:05
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Anónimo a 14 de Julho de 2006 às 21:46
Olá amigo e colega!

Gostei muito do teu site, acho que é muito importante e verdadeiro o que dizes da amizade... Para mim uma amizade é algo que perdura e que reflecte o que somos como pessoas sem máscaras e livres!
Assim envio-te este poema que acho muito bonito:

Não deixem morrer os sonhos!

"Morre lentamente quem não viaja,
quem não lê, quem não ouve música,
quem destrói o seu amor próprio,
quem não se deixa ajudar.
Morre lentamente quem se transforma escravo do hábito,
repetindo todos os dias o mesmo trajecto, quem não muda
as marcas no supermercado, não
arrisca vestir uma cor nova, não conversa com quem não
conhece. Morre lentamente quem evita uma paixão, quem
prefere o "preto no branco" e os
"pontos nos is" a um turbilhão de emoções
indomáveis,
justamente as que resgatam brilho nos olhos, sorrisos,
corações aos tropeções, sentimentos. Morre
lentamente quem
não vira a mesa quando está infeliz no
trabalho, quem não arrisca o certo pelo incerto atrás de
um sonho, quem não
se permite, uma vez na vida, fugir dos conselhos sensatos.
Morre lentamente
quem passa os dias queixando-se da má sorte ou da Chuva
incessante, desistindo de um projecto antes de iniciá-lo,
não tentando um assunto que
desconhece e não respondendo quando lhe indagam o que
sabe. Evitemos a morte em doses suaves, recordando sempre que
estar vivo exige um esforço muito maior do que o simples acto de respirar.
Estejamos vivos, então!"

Pablo Neruda


Com a minha mais sincera amizade
Da tua amiguinha virtual
Susaninha


De Vanessa (Bekas) a 28 de Julho de 2006 às 13:53
Olá’ amiguinho.. :)
Como prometido aqui estou para deixar um comentário no teu blog...
eu já avisei que não tenho jeito nenhum para estas coisas.. mas o que conta é a inatenção que é boa…
bem, visto que este teu poema fala de amizade, eu queria agradecer-te pelo bom amigo que tens sido até’ hoje… obrigada por tudo…
beijinhos de uma amiga que, embora não seja de sempre, será para sempre…


Comentar post

Mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
18
19

20
21
22
23
24
26

27
28
29
30
31


Posts recentes

Natal Feliz para todos!

Votos de Santo e Feliz Na...

Bênção das Pastas 2008

Salvé 20 de Abril

Aconteceu há 50 anos

Dia Mundial da Poesia

Tempo de perdão!

"Dia de S. Valentim"

Salvé 2008!

Mais uma mensagem

Arquivos

Dezembro 2009

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Favoritos

UMA AMIZADE

Poema à vida!

Dia da Mulher

Veja também...
Observadores:
Favoritos

UMA AMIZADE

Poema à vida!

Dia da Mulher

Visitante número...
blogs SAPO
subscrever feeds